Início Notícias Cripto Adoção do USDT no Brasil aumenta em 2023

Adoção do USDT no Brasil aumenta em 2023

30 Oct, 2023 Notícias Cripto

Adoção do USDT no Brasil aumenta em 2023

De acordo com dados da agência de serviços de receita do Brasil, o stablecoin Tether (USDT) teve um aumento significativo na adoção, respondendo por 80% de todas as transações de criptomoeda no país.

As transações do USDT no Brasil este ano totalizaram US $ 271 bilhões de reais (US $ 55 bilhões) em meados de outubro, quase o dobro do volume de transações do Bitcoin (BTC) no país, que totalizaram US $ 151 bilhões de reais (US $ 30 bilhões).

Stablecoins são criptomoedas com um valor estável que muitas vezes estão atreladas ao valor de moedas fiduciárias, como o dólar americano e o real brasileiro.

As transações de USDT no Brasil vêm aumentando desde 2021, mas ultrapassaram o volume de Bitcoin pela primeira vez em julho de 2022, justamente no auge da tempestade da indústria de criptografia no ano passado, quando os credores de criptografia Three Arrows Capital e Voyager Capital entraram em colapso.

De acordo com o governo, o inverno criptográfico reduziu o volume de transações criptográficas no país em quase 25% em 2022, terminando em $ 154,4 bilhões de reais, ou $ 31 bilhões.

A agência tributária brasileira monitora as atividades relacionadas à criptografia dos cidadãos com um sistema sofisticado baseado em inteligência artificial e análise de rede.

De acordo com uma postagem no blog, o sistema pode detetar atividades suspeitas e rastrear a localização de comerciantes de criptomoedas.

A agência de receita também está interessada em investimentos em criptografia mantidos por cidadãos do país que vivem no exterior.

O Congresso local aprovou uma legislação em 25 de outubro que reconhece as criptomoedas como "ativos financeiros" para fins fiscais em investimentos estrangeiros. Ganhos de 6.000 a 50.000 reais (US $ 10.000) ganhos no exterior estarão sujeitos a uma alíquota de 15% a partir de janeiro de 2024, e os impostos serão cobrados em 22,5% se & nbsp; esse limite for ultrapassado.

Desde 2019, as trocas de criptografia no Brasil são obrigadas a relatar todas as transações do usuário ao governo. Os ganhos de capital com vendas de criptomoedas que excedam 35.000 reais (7.000) por mês estão sujeitos a uma faixa de imposto de 15% a 22,50%.

Fontes:

https://cointelegraph.com/news/brazil-usdt-adoption-soars-2023-80-crypto-transactions

https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/noticias/2023/outubro/criptoativos-receita-federal-detecta-crescimento-vertiginoso-na-movimentacao-de-stablecoins

https://www.infomoney.com.br/mercados/brasileiros-negociaram-r-154-bi-em-criptomoedas-em-2022-queda-de-24-no-ano/

Voltar a Notícias Cripto
Related articles
ETFs de Bitcoin registam um máximo histórico de 680 milhões de dólares

Notícias Cripto

ETFs de Bitcoin registam um máximo histórico de 680...

SBF, fundador da FTX, diz aos guardas prisionais para comprarem o Solana

Notícias Cripto

SBF, fundador da FTX, diz aos guardas prisionais para...

Crypto.com une-se ao maior banco da América do Sul

Notícias Cripto

Crypto.com une-se ao maior banco da América do Sul

Arábia Saudita lança metaverso cultural

Notícias Cripto

Arábia Saudita lança metaverso cultural

Não perca nenhuma notícia cripto

Subscreva as nossas Boletins informativos - a melhor forma de se manter informado sobre o mundo cripto. Sem spam. Pode cancelar a sua subscrição em qualquer altura.

Ao partilhar o seu e-mail, consente em receber os Boletins informativos da BITmarket. Leia como processamos os seus dados na nossa política de Privacidade

Fizeste-nos muito felizes 😊

Subscreva as nossas Boletins informativos - a melhor forma de se manter informado sobre o mundo cripto. Sem spam. Pode cancelar a sua subscrição em qualquer altura.

Alguma coisa correu mal 😔

Se o seu problema persistir, por favor tente contactar o nosso apoio